A passiflora é uma planta originada no sul da América do Norte, o seu uso é bem antigo e seus benefícios para a saúde são extensos. Passiflora é o nome científico para a flor do maracujá, porém existem diversas espécies. Algumas são conhecidas pelas flores admiráveis, outras pelas frutas comestíveis e saborosas.

Ela é uma planta medicinal e conhecida pelos seus benefícios terapêuticos, é utilizada para tratamento de ansiedade, estresse e insônia.

 passiflora

Benefícios da Passiflora:

Ela é indicada para o tratamento de quadros leves de ansiedade e insônia, pois possui uma ação calmante. Também serve para reduzir inflamações, sintomas da menopausa, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade.

Os efeitos ocorrem pela composição de flavonoides que em conjunto com outras substâncias, como alcaloides, proporcionam ações depressoras no sistema nervoso central (SNC), contribuindo para o efeito sedativo e tranquilizante.

Dentre os já citados, listamos os benefícios mais relevantes da passiflora:

 

   Humor Equilibrado:

Com o seu efeito relaxante e calmante, diversos estudos confirmaram que ela é muito eficaz para promover um humor equilibrado e sem nenhum efeito colateral prejudicial.

Ao contrário, de muitos medicamentos que possuem efeitos colaterais nocivos e incômodos, como tontura por exemplo.

A passiflora pode ser uma alternativa por ser mais suave, inclusive ela pode ser combinada com outras ervas calmantes.

 

   Melhora do sono:

Foi comprovado em estudos com pacientes com transtorno bipolar que a passiflora melhora o sono. Através da ação calmante, a insônia pode ser amenizada.

 

   Reduz sintomas da menopausa:

Os sintomas mais comuns da menopausa, como as ondas de calor e suadores noturnos são amenizados com o tratamento feito com a passiflora.  Além disso, ajuda nas dores de cabeça, a raiva, depressão, insônia. Ela é uma ótima alternativa à terapia hormonal convencional.

Ela tem a capacidade de aumentar o GABA, uma substância química do cérebro, que é diminuído na menopausa e, ele está associado à sensação de ansiedade e depressão. Assim, a passiflora diminui a atividade de algumas dessas células cerebrais indutoras de depressão. Ela também ajuda a reduzir os fogachos, que são conhecidas como ondas de calor.

 

   Ajuda a baixar a pressão arterial:

Através de estudos realizados pelo Journal of Nutritional Biochemistry, ficou evidente a redução dos níveis de pressão arterial com o uso da passiflora.

Possivelmente por causa de suas propriedades promotoras de GABA do extrato. O extrato elevou o grau de uma enzima antioxidante e reduziu graus de lipídios oxidados.

 

   Redução da ansiedade:

Com alguns dos compostos presentes na passiflora, ela ajuda a reduzir a ansiedade.

Como ela aumenta o GABA, que é uma substância química no cérebro, a atividade de algumas células cerebrais que podem causar a ansiedade é reduzida e traz um relaxamento.

Entre estudos realizados, ela ajudou pacientes com transtorno de ansiedade com eficiência e outro estudo envolvendo crianças foi reduzido após o uso dos extratos vegetais, incluindo a passiflora combinada com a erva de São João e raiz de valeriana.

 

   Ajuda nos sintomas de TDAH:

O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade é um distúrbio do cérebro que manifesta sintomas como desatenção, hiperatividade e impulsividade que interfere no desenvolvimento. A planta pode diminuir os sintomas da TDAH mas é importante verificar com o médico de confiança.

 

   Redução de inflamação:

As inflamações causadoras de doenças, podem ser reduzidas com ela. Pesquisadores evidenciaram evidenciada após análises do teor de fitonutrientes e antioxidantes das espécies P. tenuifila e P. setacea. E o alto nível de compostos fenólicos mostrou a poderosa atividade antioxidante do extrato da planta.

 

   Alivio de sintomas da abstinência:

Para quem deseja parar de fumar mas tem medo dos sintomas da abstinência, a passiflora pode ajudar a reduzi-las.

   Ajuda a acalmar o estômago:

Algumas pesquisas indicaram que a passiflora se mostrou eficaz para tratamento de ulceras estomacais.

 

   Pode ajudar a emagrecer:

Existem afirmações por parte de alguns profissionais que a passiflora pode auxiliar na perca de peso. Isso é possível porque a passiflora reduz o estresse e a ansiedade e essa condição pode causar indiretamente uma diminuição nos níveis de cortisol, o que é conhecido como o hormônio do estresse.

O cortisol atua na regulação da produção de energia do corpo e está associado ao acúmulo de gorduras. Isso ocorre devido a uma mensagem que o hormônio envia para o corpo dizendo que precisa de mais energia, mesmo que as muitas calorias já ingeridas não tenham sido usadas.