É cada vez maior o número de veículos rodando no país. Seja dentro de cidades ou então até mesmo em rodovias, se tornou ligeiramente comum, pequenos ou grandes acidentes de trânsito ocorrem ao longo do dia. Seja devido à distração ou à imprudência de motoristas, veículos colidem e uma série de transtornos são causados, tanto para os motoristas envolvidos na batida, quanto para os demais envolvidos.

Porém, diferente do que muita gente acredita, muita coisa pode ser feita. Existe uma série de atitudes, até mesmo simples, que podem ser tomadas para mudar esse alto índice de acidentes. Há um velho ditado que diz: “devemos ser a mudança que desejamos ver acontecer”, portanto dirigir de maneira mais cautelosa é um caminho a ser seguido no que diz respeito a um trânsito mais limpo e, consequentemente, mais seguro.

Por ser um tema mais do que recorrente, resolvemos mostrar a você, motorista, alguns cuidados para evitar acidentes de trânsito. Se você quer a todo custo evitar esse tipo de problema, então confira.

1. Não use o celular

Distrações são extremamente perigosas quando estamos ao volante. A quantidade de acidentes causados por conta do uso de celulares enquanto dirigimos é gigante. Por isso, quando estiver dirigindo, concentre-se somente no caminho a ser percorrido e nos veículos ao seu redor. Mensagens de texto, de voz e até mesmo ligações podem esperar. Agindo dessa maneira, você evita problemas para si próprio e para os demais motoristas.

2. Respeite as leis de trânsito

Muitos acidentes são causados basicamente por negligência das leis de trânsito. Não respeitar a preferência em uma rotatória, ou então fingir que não viu uma placa de “Pare”, não dar passagem aos pedestres na faixa e até mesmo furar o sinal vermelho são atitudes um tanto quanto comuns entre motoristas brasileiros. Respeitar as leis é fundamental para um trânsito mais seguro e menos violento. Quem respeita as leis de trânsito geralmente toma menos ou nenhuma multa, e isso confere grandes descontos na renovação de seguro auto. Portanto respeitar as leis de trânsito é bom para a segurança e para o bolso.

3. Realize manutenções periódicas

A falta de manutenções periódicas pode ocasionar uma série de acidentes de trânsito. Um pneu desgastado demora mais a frear, um carro desalinhado pode derrapar, pastilhas de freio velhas podem não ter o efeito desejado, uma lâmpada de farol queimada não iluminará o caminho adequadamente, assim como uma luz de seta queimada também não indicará determinada conversão. Portanto, realizar as manutenções periódicas em dia é uma ótima maneira de evitar acidentes de trânsito. Normalmente, quem possui seguro auto recebe descontos generosos nesse tipo de manutenção.

4. Dirija somente quando estiver bem para isso

Infelizmente se tornou muito comum, em notícias televisivas e até mesmo em portais de internet, a divulgação de acidentes de trânsito relacionadas à negligência, dentre muitos, acidentes causados por consumo excessivo de bebidas alcoólicas. Além do álcool, há uma série de medicamentos que podem tirar a atenção do motorista e deixá-lo inapto a dirigir. Portanto ter consciência de que está bem para dirigir é fundamental para evitar acidente de trânsito. Vale lembrar que ser pego em blitz da lei seca pode render multa, cadeia e até mesmo apreensão veicular.

5. Tenha cuidado redobrado em condições adversas de clima

É muito comum a ocorrência de acidentes em dias chuvosos e/ou neblina. Muitas vezes isso ocorre pelo simples fato do motorista acreditar que tudo está bem, quando na verdade pode não estar. Um veículo em pista molhada demora o dobro da distância para frear completamente, além é claro, do risco de aquaplanagem – isso em caso de chuva, é claro. Além disso, dependendo da intensidade do aguaceiro, bem como da densidade da neblina, a visão se torna um tanto quanto dificultada. Por isso o mais prudente é dirigir em baixa velocidade e, caso seja possível, parar em um local seguro e esperar que as condições de clima melhorem. Isso trará mais conforto, facilidade e principalmente segurança ao trajeto a ser percorrido.

6. À noite, use o farol de maneira adequada

Algo que causa muitos acidentes é a utilização do farol de maneira errada durante os períodos noturnos, principalmente em rodovias. Sempre que se cruza com demais veículos na estrada, é necessário baixar a luz emitida. Isso alivia a vista do motorista que vem em sentido contrário e facilita seu campo de visão. Porém algo que se vê, até com extrema normalidade nas estradas, são motoristas não baixando seus faróis, isso acaba por ofuscar a visão e, na ânsia por uma visão mais adequada, pode resultar em um acidente com graves consequências, uma vez que nas rodovias as velocidades são normalmente mais altas do que em vias municipais.

7. Mantenha uma distância segura do carro que vai à frente

A velha máxima de que andar colado no veículo da frente é perigoso, é extremamente antiga e deve ser levada a sério. Andar muito próximo ao veículo que vai à frente aumenta muito as possibilidades de um acidente com seu carro. Caso o veículo que vai à frente freie sem qualquer aviso ou derrape e até mesmo, em casos mais graves, capote, quem estiver colado atrás não irá ter tempo, tampouco distância hábil para conseguir se esquivar, piorando ainda mais o acidente em si. Portanto, ande distante do veículo a sua frente, pois isso pode te tirar de muitos problemas.

8. Respeite os limites de velocidade

Essa é uma velha história que poderia caber dentro do respeito das leis de trânsito, mas merece um tópico especial em particular. Embora muitas pessoas não entendam o porquê de um determinado limite de velocidade em uma via, a razão de ele estar lá foi bem estudada e planejada. O principal motivo de um limite de velocidade existir é para evitar acidentes e preservar vidas. Esses limites levam sempre em consideração as condições de pista, o fluxo de veículos e até mesmo possíveis condições adversas que podem ocorrer sobre determinada via, por isso é extremamente importante respeitar esses limites.

Quem respeita os limites de velocidade, preza por sua própria vida e pela vida de terceiros!

 

Fonte: bannetseguros.com.br