Chega o final do dia e você sente aquela sensação de cansaço e peso nas pernas? Pois uma das principais causas desse cansaço é a má circulação. Ou também, chamada de insuficiência venosa crônica. Nesta condição, as válvulas das veias ficam enfraquecidas, desta forma dificulta o fluxo de sangue que provoca o surgimento de varizes e sintomas como: cansaço nas pernas, formigamento, dor e cãibras.


Contudo, vale salientar que a sensação de cansaço nas pernas acompanhado de outros sintomas, como: dor, fraqueza e dificuldade de andar podem estar relacionadas à outras doenças. Como alterações musculares, neuropatia por diabetes, entre outras. Por isso, nesses casos, é indispensável a busca por um profissional qualificado.

           

Principais causas

A sensação de cansaço e dores nas pernas podem ser causados por diversos motivos, mas as principais são:

1 – Má circulação: Ou conhecida também como insuficiência venosa, é uma alteração que provoca incômodos nas pernas, apresentando sintomas como sensação de cansaço, dores, formigamento, inchaços.
Essa alteração é muito comum e costuma formas as varizes. Pequenos vasinhos que podem ser visíveis na pele. Normalmente ela provocada pela genética familiar, porém alguns fatores podem contribuir para o seu surgimento, como: obesidade, ficar muito tempo em pé, usar salto alto ou ser sedentário.
Tratamento: É indicado por um médico especialista, com base para alivio dos sintomas, seja através de meias elásticas e de compressão ou medicamentos específicos.

2 – Sedentarismo ou despreparo físico: A falta de exercícios físicos pode provocar a atrofia muscular, o que dificulta ainda mais a realização de algum esforço físico. Desta maneira o surgimento de sintomas como a sensação de fraqueza, cãibras e fadiga muscular são inevitáveis.
Tratamento: É indicado realizar exercícios físicos, entre eles caminhada, hidroginástica ou musculação. Desde que haja a liberação médica e acompanhamento de um educador físico.

3 – Diabetes: Caso a diabetes não seja controlada, pode provocar danos no corpo, principalmente aos nervos. Situação chamada neuropatia diabética. Ela afeta principalmente os pés mas pode comprometer as pernas e outras parte do corpo.
Entre os principais sintomas estão: dor, queimação, formigamento, sensações de agulhadas e choques ou perna de sensibilidade no membro afetado.
Tratamento: Tratamento indicado e realizado por médicos especialistas que utilizam medicamentos para controlar a glicemia.

Como evitar:


Quando chega o final do dia e a única coisa que consegue pensar é tirar os sapatos e esticar as pernas para aliviar o cansaço, dor ou o inchaço, é sinal de que precisa tomar uma providência para evitar esses sintomas.
As pernas podem inchar por diversos motivos, seja por obesidade, problemas renais ou cardíacos. Contudo, alterações hormonais também podem contribuir para o surgimento de varizes e inchaços, por isso elas se apresentam mais comumente em mulheres. Porém, as meias de compressão podem ajudar a prevenir as varizes e diminuir os inchaços.

Meias de Compressão:


As meias de compressão são indicadas para tratar doenças venosas, problemas de circulação ou para prevenção de varizes e vasinhos.
A intensidade e nível de compressão, são indicadas pelo médico de acordo com a sua doença e tratamento. Entre diversos modelos no mercado, destacamos os 4 níveis de intensidade:

  • •  Suave compressão: indicada para prevenção de varizes e vasinhos;

  • •  Média compressão: indicada para quem tem varizes ou trombose;

  • •  Alta compressão: indicado para situações mais graves, como problemas linfáticos ou inchaços muito fortes;

  • •  Extra-alta compressão: Indicada para quem sofre com quadros varicosos intensos, edemas acentuados persistentes, úlceras venosas pós-trombóticas, entre outros;

 

Como funcionam:

As meias exercem, ao fazer a compressão nas pernas, a ajudar o sangue a voltar dos pés ao coração. Funciona como uma espécie de bomba, que atua contra força da gravidade.

Indicadas para:

  • •  Histórico familiar de varizes;

  • •  Insuficiência venosa;

  • •  Histórico de trombose na família;

  • •  Veias varicosas ou varizes;

  • •  Histórico de Síndrome pós-trombótica;

  • •  Sensação de pernas pesadas, doloridas ou inchadas;

  • •  Necessidade de ficar muito tempo em pé durante o dia;

  • •  Passar grande parte do dia sentadas;

  • •  Grávidas, devido ás alterações físicas que acontecem durante o período de gravidez;

  • •  Períodos de recuperação após cirurgias, especialmente quando a recuperação obriga a passar o dia deitado ou sentado.

Além disso, as meias podem ser indicadas em situações simples, como viagens longas por exemplo. Onde há a necessidade de passar longos períodos sentados. Ou apenas para prevenção de surgimento de problemas.