No dia 21 de junho começa o Inverno e é justamente nesta época que precisamos redobrar a atenção com a saúde. Principalmente os idosos, que são mais suscetíveis à problemas de saúde.
Os principais riscos à saúde representados pelas baixas temperaturas estão a hipotermia - queda da temperatura corporal, imobilidade – A ausência de movimentação, infecções – como gripe, pneumonias e dores crônicas – aumento das dores crônicas como artrites e artroses.
Por isso, preparamos algumas dicas importantes para fortalecer a saúde e manter o corpo preparado para o inverno.

Cuidados com a saúde do idoso no inverno

1 - Mantenha-se Vacinado


Verifique se as vacinas estão em dia, principalmente contra gripes e pneumonia. Há quem deixe de tomar por medo de haver reações e isso é um grave erro. O vírus na vacina não possui potencial infeccioso, ele tem a capacidade apenas de estimular o organismo a desenvolver anticorpos.
Quando a gripe é contraída, a imunidade torna-se debilitada, aumentando a chances de contrair doenças mais graves como a pneumonia e levar a um quadro mais preocupante e perigoso.

2 - Mantenha o corpo aquecido


O ideal é manter a temperatura corporal entre 36° e 37°C e uma das dicas é manter o pescoço aquecido. Quando aquecido, aumenta a circulação sanguínea do pescoço proporcionando sensação de conforto. É importante também, manter cabeça, pés e mãos protegidos pois o corpo costuma perder calor pelas extremidades.
Evite ao máximo, choques térmicos que acabam debilitando a imunidade. Use sempre agasalho, cachecóis, luvas, meias grossas, gorros e cobertores.

3 - Consuma bebidas e alimentos quentes


Uma das formas de garantir a temperatura corporal nos dias mais frios, é consumir bebidas e alimentos quentes. Como café, chocolate quente, chás, sopas e caldos. É possível também, incluir na alimentação alguns alimentos benéficos para a saúde como canela, gengibre e cravo-da-índia.

4 - Pratique exercícios

Indicadas para todas as estações, a atividade física pode ajudar a prevenir e até evitar algumas dores. Além disso, auxilia no combate a doenças, especialmente no inverno.
Ela estimula a circulação sanguínea e o relaxamento muscular que tendem a ficar contraídos nos dias frios. Dê preferência para praticar atividades físicas entre as 10h e 16h, período que o clima está mais agradável pelo sol. Mas lembre-se de utilizar protetor solar, mesmo no inverno ele é fundamental e indispensável. Evite lugares aglomerados e sem circulação de ar.

5 - Mantenha a vitamina D em dia

Nos dias frios, é normal diminuir a exposição ao sol. Porém, causa a deficiência de vitamina D no organismo, tornando os ossos mais frágeis e propensos a fraturas.

Além disso, fique sempre alerta:

- Em locais com lareiras é importante ter cuidado com manipulação do fogo e intoxicação pelo monóxido de carbono devido a janelas fechadas.
Realize exercícios de alongamento com orientação profissionais de educação física ou fisioterapeutas;
Busque ajuda médica se apresentar sintomas de confusão mental e calafrios, ou dificuldades respiratórias;
A reposição de Vitamina D pela falta de exposição ao sol deve ser orientada por nutricionistas ou médico assistente. Outras fontes de obtenção do nutriente são peixes como atum, sardinha e salmão. Gema de ovos, bifes de fígado e cogumelos também são ricos em vitaminas.
Use cobertores que retenham calor principalmente no período do sono quando há um declínio da temperatura corporal;
Hidratação é essencial: é importante beber muita água e manter a pele bem hidratada com o uso de hidratantes.